IBEM E GRUPO RUMINAÇÃO JUNTOS PARA FOMENTAR A OVINOCULTURA ORGÂNICA

Em 18 de janeiro ocorreu o primeiro encontro do ano para dar seguimento às atividades sobre criações de ovinos orgânicos na serra gaúcha. A reunião ocorreu na Faculdade de Veterinária da UFRGS junto ao Núcleo RuminAção e contou com a participação das Professoras Eneder Oberst, Raquel Raimondo e Beatriz Riet Correa e também Carlos Roberto Vieira da Cunha da Emater-RS e Angela Escosteguy do IBEM. 

Um dos maiores desafios é controlar as parasitoses sem o uso de produtos químicos sintetizados. Para tanto é necessário um conjunto de ações: fortalecimento dos animais garantindo o bem-estar, alimentação de qualidade, seleção de animais resistentes e uso de medicamentos homeopáticos que promovem as defesas do animais. Plantas bioativas e medicinais podem ser usadas complementarmente em fases mais críticas. Além disso, são necessárias ações no ambiente como rotação das pastagens para diminuir a contaminação ambiental e também deve-se propiciar a multiplicação de inimigos naturais, o que ocorre naturalmente nas propriedades que param de usar agrotóxicos e demais insumos biocidas. 

Estudo recente da equipe do RuminAção alerta que o problema da resistência anti-helmíntica a todos os princípios ativos testados é crescente e vem sendo comprovada em diversos rebanhos avaliados no RS. Por isso é de extrema urgência a conscientização dos ovinocultores e técnicos atuantes na área, para que utilizem alternativas de controle com práticas de manejo integrado para minimizar a exposição dos animais às larvas infectantes e diminuir a utilização de fármacos.

This post is also available in: Inglês

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *